Treinador irá para sua segunda temporada no comando da equipe

O Sesi Vôlei Bauru iniciou as definições da montagem do elenco e comissão técnica para a temporada 2021-2022 com a renovação do contrato do técnico Rubinho, que seguirá no comando da equipe.

Ao comentar os motivos que o levaram a estender seu vínculo com o Sesi Vôlei Bauru por mais uma temporada, Rubinho disse esperar por crescimento da equipe e da estrutura. “Temos boas condições de crescimento. Inaugurar a nossa nova casa (o ginásio poliesportivo do Sesi-SP em construção na Escola Gerson Trevizani (Duda), o Sesi Horto, em Bauru), durante a próxima temporada, nos dará melhores condições para os treinamentos e para receber a nossa torcida quando o público puder voltar a comparecer aos jogos. Também gostei de trabalhar com a equipe e tive ótimo apoio da minha comissão técnica. O futuro será de crescimento”, projetou o treinador do Sesi Vôlei Bauru.

Já sobre a formação do elenco da temporada 2021-2022, Rubinho ressalta que, com o mercado atual de negociações bastante forte e movimentado, espera conseguir as atletas desejadas no desenho do time. “Esperamos conseguir contratar as jogadoras que se encaixem no perfil desejado para a equipe e do modelo do jogo que pretendo desenvolver.”

Trajetória 

Natural de Curitiba (PR), Roberley Leonaldo, o Rubinho, trabalhou como assistente técnico da Seleção Brasileira Juvenil por dez anos. Pela Seleção Brasileira Juvenil, foi campeão mundial em 2001 e vice por três vezes. Pela Seleção Adulta, foi tetracampeão da Liga Mundial (06/07/09/10), bicampeão do Mundial (06/10), campeão da Copa do Mundo (07), bicampeão Pan-Americano (2011 como técnico e 2017), medalhista de prata nas Olimpíadas de Pequim 2008 e Londres 2012, e campeão olímpico na última edição dos jogos, no Rio 2016.

Por clubes, atuou no comando do São Bernardo entre 2003 e 2013 e, dirigindo o time masculino do SESI-SP foi campeão da Copa Libertadores 2020, da Copa São Paulo 2018/2019 e da Supercopa 2018, além dos vice-campeonatos da Superliga 2017/2018 e 2018/2019, da Copa Brasil 2017/2018 e 2020, do Paulista 2018 e do terceiro lugar da Copa Libertadores 2019.

Compartilhar: