Ansiosa para se aprofundar na cultura brasileira, atleta acerta com equipe para disputa da temporada 2021-2022

“Sempre quis jogar no Brasil, então, quando recebi uma oferta, soube que esse time seria minha primeira escolha. Tantos grandes atletas fizeram parte desta liga e é uma honra ter a oportunidade de fazer parte da família Sesi Vôlei Bauru e deixar minha marca.”

Assim a oposta americana Nia Reed, novo reforço do Sesi Vôlei Bauru para a temporada 2021-2022, explica os motivos que a levaram a encarar sua primeira experiência no voleibol brasileiro. A atleta se juntará ao elenco que será comandado pelo técnico Rubinho e que já conta com as centrais Mayhara, Mara, Mayany e Adenizia, as levantadoras Dani Lins e Leticia Lima, a líbero Nyeme, a oposta Pamela e as ponteiras Suelle e Drussyla.

Nia Kai Reed tem 24 anos, 1,88 m de altura e é natural de Cleveland, Ohio. Começou a jogar voleibol em clubes com 13 anos e, em 2019, iniciou sua carreira profissional em Ancara, na Turquia, defendendo o Halkbank Spor Kulübü. Também tem passagem pelo voleibol francês, onde defendeu o Volero Le Cannet.

Depois de competir na Turquia e França, a jogadora promete muito esforço e trabalho na temporada. “Vou me esforçar ao máximo nos treinos e jogos e trabalhar para ganhar um campeonato junto com minhas companheiras”, destaca Reed.

Ela revela já ter visitado o Brasil e estar ansiosa também para desfrutar da cultura brasileira. “Já estive no Brasil uma vez, em 2017, com minha equipe da faculdade em uma viagem ao exterior. Visitamos o Rio de Janeiro, São Paulo e Búzios. Pela minha experiência, os brasileiros são muito acolhedores e amigáveis, apaixonados por seus esportes e a comida é incrível. Então, estou animada para ter outra oportunidade de aprender mais sobre a cultura, estar em uma nova cidade e, com sorte, me tornar fluente em português”, enfatiza a oposta.

Compartilhar: