Equipe reencontra torcedores no primeiro duelo da série melhor de três na luta pela vaga à final do Estadual; sub-21 está na final da Copa São Paulo

Após mais de um ano longe de seus torcedores em razão dos protocolos de combate à pandemia do coronavírus, o Sesi Vôlei Bauru finalmente vai reencontrar parte de sua torcida na noite desta quarta-feira, 6, às 21h30, no ginásio Panela de Pressão, no primeiro duelo diante do Barueri da série melhor de três das semifinais do Campeonato Paulista de Vôlei 2021.

A partida marca o retorno do público, que será gradativo – 30% a partir de 4 de outubro, 50% a partir de 16 de outubro e 100% a partir de novembro -, às competições esportivas após a liberação do governo estadual. Para o técnico do Sesi Vôlei Bauru, Rubinho, a volta dos torcedores é um reforço considerável, especialmente por tratar-se de uma fase aguda da competição. “Sem dúvida é um benefício jogar ao lado da nossa torcida. Muito importante. Devemos aproveitar este fator e fazer uma partida forte, com grande engajamento, para que a torcida venha conosco e nos ajude com sua força”, destaca o treinador.

Rubinho acrescenta o confronto exigirá o máximo da equipe. “É um jogo de semifinal, sempre diferente dos outros. Creio em um confronto difícil, que exigirá alto desempenho da equipe. Barueri é uma equipe qualificada, que joga com velocidade, bem organizada. Teremos que fazer grandes atuações para vencer estes jogos”, analisa o comandante do Sesi Vôlei Bauru.

O regulamento do Estadual estabelece que as semifinais serão realizadas em séries de três partidas, sem golden set e com o time de melhor campanha podendo fazer o segundo e terceiro jogo em seus domínios. Os vencedores das duas séries avançam à final, que igualmente serão em melhor de três jogos e sem golden set, com a equipe de melhor campanha tendo a vantagem de mandar a segunda e terceira partidas em casa.

Além do duelo desta quarta-feira, Sesi Vôlei Bauru e Barueri voltam a se enfrentar no próximo dia 9, às 21h30, no ginásio José Correa, em Barueri, e, se necessário, no dia 12, às 19h, no ginásio Panela de Pressão, em Bauru. Na outra semifinal, o Osasco São Cristóvão Saúde terá pela frente o Pinheiros em partidas marcadas para esta terça-feira, 5, às 21h30, em Osasco, 8/10, às 21h30, no Pinheiros, e, se necessário, em 12/10, às 21h30, novamente em Osasco.

 

Acesso ao ginásio 

Os torcedores e profissionais de imprensa terão de cumprir algumas exigências para ter acesso ao ginásio. Será necessário:

1) Apresentação de documento original com foto;

2) Apresentação de carteira de vacinação ou certificado de vacinação do Ministério da Saúde comprovando as duas doses completas;

3) No caso de ter sido vacinado apenas com uma dose, apresentar o exame PCR Negativo realizado até 48h antes do evento ou teste antígeno até 24h antes do evento;

4) Uso de máscaras faciais;

Além disso, os torcedores também terão de apresentar o ingresso, que pode ser adquirido em https://voleibauru.torcedorstore.com.br/ ou nos postos da Rede LK (Avenida Getúlio Vargas, 5-20; Avenida Nações Unidas, 28-75; Avenida Alfredo Maia, 3-98). Os valores, que já são os de meia-entrada, são de R$ 25,00 (arquibancadas) e R$ 50,00 (cadeiras).

Sub-21 na final 

Comandada pelo técnico Eduardo Gonçalves, a equipe sub-21 do Sesi Vôlei Bauru está na final da Copa São Paulo (1ª Divisão Adulto Feminino).

O time vai enfrentar o Taubaté, no próximo dia 12, às 18h30, no ginásio do Abaeté, em Taubaté, e em 17/10, às 18h30, no ginásio do Sesi Bauru Altos da Cidade. Em caso de uma vitória para cada, o campeão será definido no golden set.

Compartilhar: